< Voltar

Nicole Mouracade

Nicole Mouracade

Nicole Mouracade, Beirute, Líbano. Vive e trabalha em São Paulo Naturalizada brasileira, formou-se em artes Plásticas pela ALBA (Academie Libanaise des Beaux Arts). Sua produção recente questiona a noção de uma presença indicial, lembrança de um evento ou objeto que ali esteve, em algum momento e por um certo tempo, ambos indefinidos, para a seguir desaparecer. O que resta é não apenas a memória de uma forma ou símbolo, mas também a marca de uma ação, gesto que foi capaz de materializar uma ideia ou desejo da artista. Tratam-se de “sobras”, despojos, cujo caráter mais evidente é a própria transitoriedade. Participou de exposições no Brasil e no exterior, suas obras integram coleções públicas como BNDES e Museu da Imagem e do Som.

Traces

Traces
R$12.000,00

MIV

MIV
R$4.000,00

MV

MV
R$4.000,00

MVII

MVII
R$4.000,00

MXIV

MXIV
R$4.000,00

MXI

MXI
R$4.000,00

Tempo

Tempo
R$8.000,00

Bey

Bey
R$7.000,00

Latas (5 peças)

Latas (5 peças)
R$1.200,00

Mini Caresses

Mini Caresses
R$300,00

Biblio

Biblio
R$4.000,00

Latas (peça avulsa)

Latas (peça avulsa)
R$300,00

Caresses Peq.

Caresses Peq.
R$2.000,00

B1

B1
R$8.000,00

Conheça mais...

“Colecionar é coletar ou recolher objetos de natureza semelhante. Os fins visados por essa prática são tão ou mais variados quanto os motivos que sugerem os critérios de seleção dos objetos, muitas vezes inconscientes. Mais importantes que os fins são, porém, os princípios, e os que regem a prática colecionista são dois: a preservação e a ordenação. Colecionar é rememorar e organizar, é um modo de manter viva e nítida a memória de algo importante para o colecionador. Nicole Mouracade é uma colecionadora. O objeto preferencial das suas coleções é a prática colecionista de seus antepassados, à qual faz referência com pinturas-livros, pinturas-cadernos e pinturas-palavras. As palavras pintadas por Mouracade propoem um texto imaginário grafado em uma folha de caderno, ele próprio uma coleção de registros”. Magnólia Costa