< Voltar

Diego López Prosen

Diego López Prosen

Diego López Prosen, 1979, Mendoza, Argentina. Estudou Artes Visuais e História da Arte na Universidade Nacional de Cuyo, na Argentina. Depois de tentar a vida tropical na Costa Rica e Nicarágua, fixou-se na Mata Atlântica, em São Paulo, Brasil, onde continua desenvolvendo seu trabalho. Artista plástico de profissão, aventura-se também em fotografia, novas tendências artísticas, desenho freelancer e trabalhos artesanais. Tem na colagem sua principal forma de expressão artística; partindo de recortes, miudezas e pequenos detalhes, propõe a reconstrução através da arte de um mundo próprio e cheio de histórias. Sua obra faz parte de coleções particulares na Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, França, Suíça, Estados Unidos e Espanha.

Te veo y no me ves (Série Postais para vc, mon amour)

Te veo y no me ves (Série Postais para vc, mon amour)
R$540,00

Apaixonada (Série Postais para vc, mon amour)

Apaixonada (Série Postais para vc, mon amour)
R$540,00

Reset (Série Postais para vc, mon amour)

Reset (Série Postais para vc, mon amour)
R$540,00

Sem título #1 (Série Postais para vc, mon amour)

Sem título #1 (Série Postais para vc, mon amour)
R$540,00

Kinda (Série Postais para vc, mon amour)

Kinda (Série Postais para vc, mon amour)
R$540,00

Te estaría llorando. (Série Postais para vc, mon amour)

Te estaría llorando. (Série Postais para vc, mon amour)
R$540,00

Marcos (Série Postais para vc, mon amour)

Marcos (Série Postais para vc, mon amour)
R$540,00

Já não é carnaval

Já não é carnaval
R$900,00

Victoria

Victoria
R$720,00

Judith

Judith
R$1.260,00

Sem título

Sem título
R$900,00

Sem título

Sem título
R$900,00

Pearls

Pearls
R$1.260,00

Notre-Dame des Fleurs

Notre-Dame des Fleurs
R$1.620,00

Lucía

Lucía
R$1.080,00

Nix

Nix
R$800,00

Curnocópia

Curnocópia
R$1.080,00

Notre-Dame 7.1

Notre-Dame 7.1
R$1.620,00

La Espera

La Espera
R$1.080,00

Conheça mais...

A elegante alquimia.
Diego Lopez Prosen é um artista místico.
Como alquimista, reúne os materiais, prepara, observa, experimenta e aprofunda. Prefere dialogar com eles antes e saber de sua história; os seduz e os imagina. Ele sabe que eles têm suas histórias, um contexto, e que falam por si mesmos. Na hora certa, no instante preciso, começa a alquimia. Quase que magicamente, a tesoura conhece o caminho, e as mãos do Diego conduzem planos, formas e fragmentos. Assim se encontram os mundos. O papel, o jornal, as fotos e os traços de lápis e tinta constroem a história. Os ícones da arte, o urbano, o místico e o lúdico se justapõem e se fundem em cinzas, em gestos nostálgicos e olhares. Intensamente poéticas, as colagens são como páginas de um livro de viagens do Diego. Existe entre elas um registro de personagens, que como se fossem seres mágicos, transgredindo a matéria, suas posturas, gestos e olhares. Com uma grande precisão técnica, a imagem se sacraliza, quase como estampas de santas ou santos. Em seus contornos, delicadamente diagramados, conforma-se o mundo transgredido, e no limite deles mesmos, joga com o abjeto, o fugaz, o inconsciente e o oculto. Seu trabalho nos submerge em uma fantasia elegante e de grande dose de mistério. Pertence à gente, aos espectadores, ao eco de cada um desses seres mágicos. Sem dúvidas, eles contam mais de uma história. Estamos todos convidados. A técnica é precisa, o artista um mago e sua obra é uma viagem imaginária.
Leonardo Lespina - Licencado em Artes Visuais e Historia da Arte.